Notícias

11 de dezembro de 2018

Câncer e Cirurgia Oncológica

Câncer e Cirurgia Oncológica

 

A Cirurgia oncológica é a especialidade médico cirúrgica, usada no suporte ao tratamento do paciente oncológico,  é usada para prevenir, diagnosticar, estadiar e tratar o câncer. A cirurgia também pode aliviar o desconforto ou problemas relacionados com a doença. Às vezes, é usada para mais de um desses objetivos. Em outros casos, mais cirurgias podem ser necessárias ao longo do tempo.

O cirurgião oncológico tem toda sua capacitação voltada para proporcionar o melhor tratamento cirúrgico de qualquer tipo de câncer, bem como participar adequadamente o tratamento multidisciplinar juntamente com a oncologia clínica e a radioterapia.

No artigo de hoje, você vai ver como funciona e quando é necessária a cirurgia oncológica.

 

Biópsia:

A biópsia é o procedimento de retirada de uma amostra do tumor para que sejam feitos exames, determinando se é um câncer ou não, o seu tipo, o seu estágio, entre outras características.


Estadiamento do Câncer:

A cirurgia de estadiamento é feita para diagnosticar o tipo de câncer e se existe disseminação da doença. Durante esta cirurgia, a área em torno do tumor, incluindo os gânglios linfáticos e órgãos adjacentes é examinada. Isso é importante porque fornece informações para orientar as decisões sobre o tratamento e prognóstico do paciente.

 

Cirurgias para Tratamento do Câncer

 

Cirurgia Curativa:

A cirurgia curativa geralmente é feita quando o tumor está localizado em apenas uma parte do corpo, e provavelmente toda a doença possa ser retirada. Consiste na remoção total do tumor e pode ser combinada a outros tratamentos, como a quimioterapia e a radioterapia.

 

Cirurgia Parcial:

A cirurgia parcial visa remover parte do tumor. Às vezes, isso ocorre quando retirar todo o tumor causaria muito dano a órgãos ou tecidos próximos. Nesses casos, o cirurgião pode remover o máximo possível do tumor e tratar o que restou com radioterapia, quimioterapia ou outros tratamentos.

 

Cirurgia Paliativa:

A cirurgia paliativa é usada para tratar problemas causados ​​pela doença avançada. A cirurgia paliativa pode ser usada para aliviar sintomas que causam desconforto ou incapacidade. A cirurgia paliativa ajuda a aliviar os problemas causados ​​pelo câncer e oferece melhor qualidade de vida aos pacientes, mas não trata ou cura o câncer.

 

Cirurgia de Suporte:

A cirurgia de suporte é realizada para os pacientes terem acesso a outras opções terapêuticas. Por exemplo, a inserção de cateter para a administração da quimioterapia.

 

Cirurgia de Reconstrução: 

A cirurgia de reconstrução é realizada para melhorar a aparência após uma cirurgia mutiladora, como a mastectomia. A cirurgia de reconstrução mamária é o tipo mais conhecido de cirurgia de reconstrução. Também é feita para restaurar a função de um órgão ou parte do corpo após a cirurgia.

 

Cirurgia Preventiva (Profilática):

A cirurgia preventiva é feita para prevenir o desenvolvimento de um câncer e consiste em remover o tecido que apresenta elevado risco de desenvolver a doença, mas isso não garante que a doença se manifeste. Por exemplo, mulheres com histórico familiar de câncer de mama e que têm uma mudança hereditária no gene BRCA1 ou BRCA2, podem considerar a mastectomia profilática.

 

 

 

No mundo todo há milhões de pessoas que já tiveram câncer ou estão vivendo com câncer.Mas atualmente o câncer não é mais uma sentença de morte, muitos pacientes são tratados com sucesso, principalmente quando a doença é diagnosticada precocemente e tratada por um especialista.

 

Na PROATTIVA MEDICINA  você encontra profissionais com a qualificação necessária e a estrutura adequada a um tratamento de alta qualidade e eficiência. Ligue para 21 2042-2235

 

 

 

 

 

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *