Notícias

27 de dezembro de 2017

Dores no nervo ciático

A dor ciática (ciatalgia), algo bem comum nos dias de hoje, surge a partir de uma irritação, compressão ou inflamação, de uma ou mais raízes nervosas formadoras do maior nervo do corpo humano: o nervo ciático (ou isquiático).

O nervo ciático nasce na parte inferior da medula espinhal, e desce pela parte posterior do quadril e das pernas. Além do seu comprimento, a espessura, que pode ser a mesma de um dedo, também impressiona.

O que causa dor no nervo ciático?

Mulher sentada sentindo dores na lombar | Dores no nervo ciáticoA dor no ciático começa quando alguma pressão ou lesão acontece com o nervo, que pode acabar inflamando e causando, não só a dor, como também outros sintomas.

O dano ao ciático pode ocorrer dentro do canal espinhal, no forame intervertebral ou em algum outro ponto de seu percurso, uma vez que atravessa vários músculos e tendões.

A inflamação acomete indistintamente homens e mulheres. A frequência aumenta com o processo de envelhecimento, onde as estruturas da coluna vertebral sofrem desgaste.

A principal causa de dores no nervo ciático são lesões na coluna, como artrose vertebral, hérnia de disco, espondilolistese (deslizamento de vertebras), síndrome do músculo piriforme, e etc. Nesses casos, realizar alongamentos com os músculos posteriores da coxa podem até agravar o quadro.

É comum, também, que essas lesões aconteçam devido à pratica de alguns exercícios físicos. Principalmente em atividades de alto impacto, com saltos que exigem muito dos músculos dos glúteos, como o Crossfit. Inclusive, coisas aparentemente inofensivas podem causar algum tipo de dor na região, como sentar por muito tempo em uma cadeira desconfortável ou com a carteira no bolso de trás.

Como é a dor no ciático?

Grande parte dos pacientes descreve a dor no ciático como profunda. Ela, na maioria dos casos, acontece em um lado só do corpo, começando na região da coluna lombar, e desce irradiando pela face posterior da coxa e perna.

Os sintomas mais comuns são:

    • Dormência ou queimação em uma das pernas.
    • Sensação de choques nas nádegas.
    • Espasmos ao longo do nervo ciático.
    • Dificuldade em ficar sentado ou em pé por muito tempo.
    • Diminuição da força muscular
    • Aumento da dor com tosse e espirros

Fatores de risco

Embora as principais causas para o surgimento de dores no ciático sejam por conta de outras lesões na coluna ou por causa de exercícios físicos feitos incorretamente, alguns fatores podem contribuir para os problemas no nervo. Entre elas estão:

Corpo masculino de meia idade acima do peso | Dores no nervo ciático

Obesidade

Quanto maior o peso corporal, maior a pressão sobre a coluna.

Idade

Naturalmente, nossa coluna sofre mudanças ao longo da vida

Sedentarismo

A falta de atividades físicas enfraquece os músculos do core, que são responsáveis, entre outras coisas, por sustentar a coluna.

Qual melhor tratamento para dor no nervo ciático?

Mulheres praticando pilates | Dores no nervo ciáticoPara começar, um médico deve identificar as causas da dor, e assim escolher o melhor tratamento para corrigi-las. O alívio temporário da dor pode ser feito com acupuntura, relaxantes musculares e anti-inflamatórios. Sempre receitados pelo seu médico, pois é muito perigoso tomá-los sem saber a real causa da dor.

A fisioterapia pode reduzir os problemas causados ao nervo. É importante também fortalecer os músculos que o protegem e sustentam a coluna vertebral, e isso pode ser feito com musculação, pilates e yoga, por exemplo. Contudo, é importante sempre ter acompanhamento profissional e prescrição de exercícios individualizada.

Como cuidar de sua coluna

Mulher se alongando no escritório | Dores no nervo ciáticoÉ muito mais importante é prestar atenção à sua postura, e esse é um cuidado que deve nos acompanhar durante toda nossa vida. Especialmente para quem trabalha muito tempo na mesma posição, seja sentado ou em pé, é muito importante fazer intervalos e trocar a posição.

Cuidado ao levantar algo pesado. Seja na academia ou realizando algum trabalho, sempre dobre os joelhos durante a execução do movimento.

Fortalecer a musculatura abdominal também é uma boa maneira de preservar a saúde da sua coluna. Mas o que o abdômen tem a ver com a coluna? Nosso corpo possui uma espécie de cinta natural formada por músculos que envolvem toda a parede abdominal, e são esses músculos que vão proteger a coluna e garantir que ela fique no lugar certinho.

Se a dor no nervo ciático persistir…

Dor nenhuma é bom sinal, principalmente na coluna. Na primeira dorzinha, procure o seu ortopedista, pois ele pode indicar o melhor exame para identificar a causa do seu problema.

DEIXE SEU COMENTÁRIO:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *