Notícias

10 de Janeiro de 2019

Dormência e Formigamento – Saiba mais

Você sabia que as dormências não devem ser menosprezadas?

Os distúrbios dos nervos, muitas vezes são menosprezados.

Chamamos parestesias as sensações anormais, como formigamentos, dormências ou choques. Estes sintomas, podem aparecer em diversas doenças, e podem variar de um simples formigamento, até a perda completa da sensibilidade.

Dormência e formigamento, são sensações anormais, que podem ocorrer em qualquer parte do corpo, porém na grande maioria das vezes, são sentidas nos braços e nas pernas. Dormência é aquela sensação de usar uma luva, ou meia que dificulta a pessoa de sentir o toque.

Os nervos que inervam os braços e pernas, saem da medula espinhal, e vão passando da coluna até as partes mais periféricas das mãos, pés e dedos. Ao longo deste trajeto, podem sofrer compressões, seja por processos degenerativos como osteoartrose da coluna e hérnias de disco, até tumores, infecções, processos cicatriciais e vasos dilatados. As situações como ficar sentado ou parado na mesma posição por muito tempo, podem comprimir temporariamente os nervos, porém nas demais a injúria é constante e o auxílio médico deve ser imediato.

A dormência também pode ser um sintoma da neuropatia periférica, que podem ter diversas causas, dentre elas cabe ressaltar a neuropatia diabética. A diabetes descontrolada, onde os níveis de açucar, estão elevados por muito tempo, podem ter como consequência lesões nos nervos de várias partes do corpo, gerando dormências nos membros superiores e inferiores, podendo estar associado a alterações de sensibilidade, é a até motricidade.

A síndrome do túnel do carpo, é a causa mais frequente de parestesia nas mãos. Decorre da compressão do nervo mediano, no punho, quando este o atravessa. Acontece dormência, dor e atrofia de parte dos músculos da mão, dor no polegar e antebraço. Diabetes, obesidade e hipotireoidismo, podem estar associados. Hérnia de disco cervical, síndrome do desfiladeiro torácico, artrite reumatóide e esclerose múltipla, são diagnósticos diferenciais.

A esclerose múltipla é uma doença autoimune, que causa degradação gradual das fibras nervosas do cérebro e medula espinhal. Dessa forma, sintomas como formigamentos, podem fazer parte da doença, muitas vezes acompanhada de queimação.

Hipovitaminoses, como a deficiência de vitaminas B12, B6, B1 e E, podem provocar alterações nos nervos, que cursam com formigamento em diversas partes do corpo, associados a alteração da sensibilidade, cansaço e irritabilidade.

Conforme explica, Dr Cláudio Santoro, doenças circulatórias periféricas, como a doença venosa crônica e a doença arterial obstrutiva periférica, podem gerar formigamento, associado a outros sintomas. Cabe ao especialista diagnosticar, graduar e controlar a doença, muitas vezes abolindo os sintomas e melhorando a qualidade de vida do paciente.

Casos onde o formigamento é intenso, demora de dias para desaparecer, se associa a cansaço, dor no peito, dificuldade para falar, a procura por atendimento, deve ser imediata.

 

 

Na PROATTIVA MEDICINA  você encontra profissionais com a qualificação necessária e a estrutura adequada a um tratamento de alta qualidade e eficiência. Ligue para 21 2042-2235 e conheça nossa clínica.

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *